segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Na manhã deste Sábado, 1º, a Polícia Militar de Rio Verde, através da Equipe de CPE 7890, composta pelo Cabo Adriano, Cabo Barros e Soldado Nascimento, deslocou-se ao Bairro Liberdade, para averiguar ocorrência de Incêndio em Residência. O fato teria ocorrido por volta de 10h50 na Rua Pássaro Preto.

No local, os Militares foram informados que David Félix de Araújo teria ateado fogo na casa de Marcos Antônio Gomes Alves, deixando a mesma completamente destruída, queimando assim, todos os seus pertences. Segundo o próprio autor, ele teria cometido o crime porque dias atrás havia emprestado sua Motocicleta Sundow Web, cor preta, Placa NGG-4363, para Marcos Antônio, porém, este trocou o veículo em uma boca de fumo, para adquirir drogas.

Durante busca pessoal, os Policiais localizaram com Marcos, 01 pedra de Crack e quantia em dinheiro. A motocicleta foi localizada no Setor Nilson Veloso 2. Diante dos fatos, todos os envolvidos foram encaminhados à Delegacia de Polícia para serem tomadas as devidas providências.
De acordo com informações extra-oficiais, David Félix de Araújo foi indiciado por Homicídio Doloso e Marcos Antônio, por Tráfico de Drogas.

Por Sousa Filho
Foto: Reprodução Diversão e Notícias

Na noite desta Sábado, por volta de 20h40, a Polícia Militar foi acionada a comparecer na Rua do trabalho, Setor Pauzanes, em Rio Verde, para atender ocorrência de Incêndio em Residência.

Chegando ao local, a Guarnição 8455, composta pelo Sargento Nunes e Cabo Justino, deslocou-se ao local, onde se deparou com a casa pegando fogo. De imediato, os Militares arrombaram o portão da Residência e socorreram Vanusa Paiva de Souza, a qual já estava desacordada.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e conseguiu apagar as chamas. O marido da vítima informou que estava no trabalho, momento em que seu vizinho lhe informou via telefone que sua casa estaria sendo incendiado e que sua própria esposa é quem teria colocado fogo, porque estaria com raiva.


O caso será investigado pela Polícia Civil.

Por Sousa Filho

***ACIDENTE DE TRANSITO MATA JOVEM EM RIO VERDE***

ESCRITO POR:SOUSA FILHO
O ex-detento Ricardo Teixeira, 23, morador no Bairro Promissão, Região Sul de Rio Verde, morreu na manhã deste Domingo, 02, em decorrência de graves ferimentos provocados por um Acidente de Trânsito ocorrido por volta de 22h00 deste Sábado, 1º.


Conforme relatos de populares, Ricardo conduzia uma motocicleta de cor vermelha, momento em que perdeu o controle da direção e se chocou violentamente contra uma árvore, sofrendo vários ferimentos. O mesmo chegou a ser socorrido por uma Unidade de Resgate, foi encaminhado á UPA – Unidade de Pronto Atendimento -, porém, não resistiu foi a óbito na manhã deste Domingo.

Com a força do impacto o capacete usado por Ricardo se abriu o que provocou um forte Hematoma em seu olho, além, de traumatismos. Segundo informações, extra-oficiais, durante a madrugada, a vítima sofreu Parada Respiratória, porém, foi reanimada, mesmo assim, não resistiu e morreu nesta manhã.
A Polícia informou que Ricardo tinha passagens por Homicídio, Roubo e Tráfico de Drogas.

domingo, 2 de agosto de 2015

***Homem é preso após furtar janela e tanque***

Rodrigo Nunes foi preso na manhã deste Sábado, 1º, no Setor Pauzanes, em Rio verde, no Sudoeste Goiano. O fato ocorreu às 10h00 e foi registrado pela Equipe 7840, composta pelos Sargentos Sena Correia e Sena.
De acordo com as informações da Polícia Militar, o COPOM determinou que a Equipe Policial se deslocasse à uma residência localizada na Rua Chico Xavier, onde de acordo com os relatos, Rodrigo havia pulado o muro da casa de Willian Pereira Rezende, com o intuito de furtar, acreditando não ter ninguém no local, porém, o fato foi observado por uma cunhada da vítima que acionou de imediato a Polícia Militar.O autor ao perceber que estava sendo observado pulou o muro de volta e tentou fugir. Diante dos fatos, William foi comunicado sobre a ação do meliante e recebeu informações de que o mesmo trajava camiseta azul, bermuda cinza e boné vermelho, momento em que a vítima saiu à procura do autor, localizando-o ali mesmo nas proximidades.
Ao ser abordado, Rodrigo afirmou não furtado nenhum objeto da casa de Willian, porém, revelou que momento antes havia furtado em uma construção, uma janela e tanque de fibra. Rodrigo Nunes foi preso e encaminhado á Delegacia de Polícia, onde foi Autuado em Flagrante Delito pelo crime de Furto, tipificado no Artigo 155 do Código Penal Brasileiro.
POR SOUSA FILHO
AGRADECIMENTO:PLANTÃO POLICIAL JTI

Uma das formas de amenizar a violência e viver com mais segurança em qualquer lugar é a união entre poder público e sociedade civil. Foi com esse pensamento que a Polícia Civil da 8ª DRP (Delegacia Regional de Polícia), através do delegado Danilo Fabiano, convocou os taxistas de Rio Verde para reunião na manhã de quarta-feira, 29, na sede da 8ª DRP.A reunião foi coordenada por Wellington Ferreira Lemos, delegado do Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (GEPATRI), e contou com a presença do delegado Matheus Gomes.
Os taxistas ouviram as orientações e também relataram situações de medo vividas durante assaltos. Um dos taxistas relatou que durante um assalto foi amordaçado, preso no porta-malas  e levado para outro estado, onde foi obrigado a sair do veículo e acabou alvejado por vários disparos, tendo a sorte de não ser atingido, vivendo, assim, momentos de terror.
Outros contaram histórias semelhantes, inclusive um deles relatou que teve seu veículo incendiado, entre outras situações de muito medo vividas durante a rotina de trabalho, sem falar em pequenos e rápidos assaltos sofridos por estes trabalhadores no dia a dia, já que nem sempre podem recusar seus serviços aos cidadãos que os procuram durante o exercício de sua profissão.
“Não tenho como identificar se um passageiro é ou não  assaltante. Já fui assaltado por ladrões que se disfarçaram de passageiros na rodoviária de Rio Verde, conduzindo malas que, na verdade, estavam vazias, mas os recebi como qualquer passageiro e quando os conduzia fui assaltado”, relatou um dos taxistas.
Essa reunião foi a primeira realizada entre Polícia Civil e taxistas. A próxima ocorrerá com a Polícia Militar, quando a categoria pretende levar reivindicações e ouvir o que a PM tem a dizer ou sugerir.
PROXIMIDADE
Para o delegado Wellington Lemos, o encontro foi importante para uma maior proximidade entre os taxistas e a Polícia Civil, já que a categoria pode, inclusive, colaborar com a polícia ajudando a identificar. “É de suma importância para as atribuições da Polícia Civil do Estado de Goiás essa aproximação com esse segmento da sociedade rio-verdense que é os taxistas, profissionais que prestam serviço de transporte de pessoas no nosso município. É muito importante, tendo em vista que esta é uma profissão visada pelos criminosos, é uma atividade vulnerável, de alto risco, iminente de serem vítimas de crimes no exercício de sua profissão e também por serem profissionais que atuam vinte e quatro horas”, disse o delegado.
Presidente do Sindicato dos Taxistas, Ildemar Rodrigues de Souza aprovou a iniciativa e espera que esse estreitamento aconteça também com a Polícia Militar. “Pelo processo iniciativo de diálogo, em termos de segurança, a reunião foi de grande valia para a classe. A partir de agora, o sindicato vai tomar algumas iniciativas colocando em prática o que foi sugerido aqui para aumentar a segurança desses trabalhadores. Nosso próximo passo será realizar reunião semelhante com o Comando da Polícia Militar”, destacou o líder sindical.
Adaptações Plantão JTI
Fonte/Oníria Guimarães/Via DM
Mais uma tragédia foi registrada em Caçu, no Sudoeste Goiano, Cidade banhada pelo imponente Rio Claro.
Um jovem de 18 anos morreu em um acidente Náutico durante a realização do Torneio de Pesca Esportiva, na tarde deste Sábado, 1º. No local havia uma multidão e o evento atraiu pescadores de várias Cidades da Região e, até mesmo de outros Estados.
A Guarnição da 2ª Companhia da Polícia Militar Ambiental, composta pelo Sargento Amador e Cabo Edival, além do Corpo de Bombeiros, atendeu a ocorrência de uma colisão envolvendo uma lancha e uma Moto Náutica (Jet-ski), onde matou o Jovem Ulysses Ribeiro.O condutor da lancha, que não teve o nome revelado, foi encaminhado á Delegacia de Polícia para serem tomadas as devidas providências. De acordo com informações extra-oficiais, a lancha teria vindo do Estado do Tocantins. Ulysses Ribeiro era Natural de Caçu, filho de família tradicional, porém, estudava na Cidade de Rio Verde, distante 95 Quilômetros.
O Corpo da vítima foi encaminhado ao IML da Cidade de Quirinópolis para a realização dos exames cadavéricos.
A Polícia investigará o caso e, inclusive, irá averiguar a documentação dos veículos e dos condutores, sendo que por Lei, os mesmos devem portar sua Carteira de Habilitação de Amador – CHA.
Segundo o SITE da Marinha do Brasil, amador é todo aquele com habilitação certificada pelo Representante da Autoridade Marítima para Segurança do Tráfego Aquaviário (DPC) para operar embarcações de esporte e/ou recreio, em caráter não profissional. A Habilitação de Arrais-amador é para os condutores aptos a conduzir embarcações nos limites da navegação interior, exceto Jet-ski. Já a Habilitação de Motonauta é para os condutores aptos a conduzir Jet-ski.

sexta-feira, 31 de julho de 2015

 A gari Márcia Maria da Silva, de 38 anos, espera há 3 anos por uma cirurgia na rede pública de saúde para reparar uma lesão em um dos tendões da mão direita, em Rio Verde, no sudoeste de Goiás. Com fortes dores ela não consegue trabalhar e a família passa por dificuldades. Ela já fez diversos exames e todos atestam a necessidade da operação, mas, mesmo assim, ela ainda está na fila de espera.
"Eu tenho cinco filhos, meu marido faz o que pode, mas está desempregado. Quem está sustentando a casa é o meu filho mais velho, de 19 anos, mas ele ganha só um salário", desabafa Márcia. As prestações da casa onde mora estão atrasadas desde abril.Márcia explica que procurou as unidades de saúde diversas vezes e não conseguiu o procedimento. "Toda vez que eu procuro o hospital público eles sempre dizem a mesma coisa, que não tem médico especialista para o meu caso e que estou na fila de espera. Mas não dá para esperar mais", desabafa.
Ela conta ainda que conseguiu juntar um pouco de dinheiro com amigos e consultar um médico particular em Goiânia, mas que não tem condições de cobrir os custos da cirurgia, que chega a R$ 4 mil.
A Secretaria de Saúde de Rio Verde disse que o pedido de cirurgia da Márcia Maria da Silva já está na Central de Regulação da Secretaria de Saúde, em Goiânia, e que foi pedido urgência no atendimento. No entanto não foi dada nenhuma previsão para que o procedimento seja feito.

quinta-feira, 30 de julho de 2015

***JOVEM É PRESA SUSPEITA DE MATAR POLICIAL CIVIL***




A Polícia Militar prendeu na quarta-feira (29) uma jovem de 18 anos suspeita de matar um policial civil com um golpe de faca no peito, em Bom Jesus de Goiás, no sul do estado. De acordo com a polícia, a garota confessou o crime. O delegado responsável pelo caso, Patrick Carniel, disse que o homicídio foi cometido por um motivo banal.

Em depoimento, a suspeita relatou que conheceu o agente da Polícia Civil, de 31 anos, em uma festa na Exposição Agropecuária da cidade. Em seguida, eles foram para a casa vítima. “A jovem não soube explicar muito bem o crime.
Ela disse que tiveram uma discussão, mas não soube precisar o porquê. Quando eles estavam no quarto e o policial foi ao banheiro, ela pegou uma faca, escondeu sobre um casaco e, quando ele voltou, a suspeita deu uma facada nele”, explicou o delegado.
Entretanto, o investigador afirma que não há indícios de que essa discussão tenha acontecido. “Não tinha nenhum sinal de briga na casa e os exames feitos no IML revelam que ela não tinha nenhuma lesão, a não ser uma escoriação na hora em que ela foi pular o muro para fugir da residência”, completou Carniel.
Os policiais conseguiram prender a jovem após denúncias de populares. A arma que teria sido usada no crime também foi apreendida e levada para a perícia. A suspeita vai responder por homicídio qualificado. Se condenada, pode ficar preso de 12 a 30 anos.

Fonte: G1/Goiás

***EX PM SEQUESTRA E MATA DETENTO EM GOIÁS***

Um ex-policial militar de 57 anos e um amigo, de 40, foram presos suspeitos de entrar no presídio de Palmeiras de Goiás, no sul do estado, resgatar um detento, de 21 anos, e depois assassiná-lo na GO-050, na saída da cidade. Segundo a Polícia Civil, a dupla fingiu integrar uma "Comissão de Direitos Humanos da Corregedoria da PM" para entrar no local na noite de terça-feira (28).
O delegado Divino Vieira Ferro, responsável pelo caso, disse que o ex-militar chegou ao local fardado e dizendo ser coronel. O amigo vestia uma roupa camuflada com estampa militar."Eles chegaram dizendo que estavam ali para conversar com o preso. Quando os três agentes carcerários buscaram ele, a dupla alegou que o detento era agredido e que ele seria levado dali. Antes, eles algemaram os agentes e roubaram suas armas", disse o delegado ao G1.
De acordo com as investigações, os suspeitos levaram o reeducando até a rodovia, o executaram com vários tiros e depois fugiram. Porém, os agentes conseguiram se soltar e acionaram a PM, que encontrou e prendeu os suspeitos em Trindade, na Região Metropolitana de Goiânia. Com a dupla, foram encontradas seis armas de diferentes calibres.
Vingança
Em depoimento, o ex-PM afirmou que matou o preso por vingança. Segundo ele, o jovem, detido por latrocínio, roubou, estuprou e matou uma idosa, de 69 anos. O suspeito disse que "viu o sofrimento dos filhos da aposentada" após o crime.
Em nota enviada ao G1, a Superintendência Executiva de Administração Penitenciária (Seap) informou que abriu uma sindicância para apurar a invasão e a o resgate do preso.
Já a assessoria da PM informou que o homem foi expulso e que por isso, não tem nada a ver com a corporação.
Fonte: G1/goiás.


Na noite de ontem os policiais militares Sgt Sena e Cb Antônio foram até a na Rua JA 2 no Bairro Dom Miguel onde falaram com testemunhas sobre uma tentativa de homicídio em que um jovem levou um tiro no olho.
As testemunhas informaram as características dos envolvidos no crime, da arma utilizada, calibre 22 de cor prata, e que eles estavam em duas bicicletas.
Essas informações foram repassadas para os sargentos Eterno e Nunes, que abordaram três jovens com a mesma características na Rua Vitória esquina com a PV 21 também no Bairro Dom Miguel. Na cintura de um deles, menor de idade, foi encontrada a arma usada no crime.
Ao serem questionados sobre quem havia efetuado o disparo, os jovens disseram que ele havia ido para a casa dormir.
Após se informarem sobre o endereço os pms prenderam Ronaldo Silva Militão de 20 anos na casa dele.
Ainda segundo os policiais ele confessou o crime, mas disse ainda que o disparo era pra ter atingido um tal de Leonardo morador da mesma região que estava lhe ameaçando de morte.
Ele disse ainda que conhece o rapaz que foi baleado e que não queria atingi-lo.
A vitima que tem 20 anos recebeu os cuidados médicos na UPA – Unidade de Pronto Atendimento de Rio Verde onde passou por exames de Raio X e constatou que o projétil ficou alojado em sua cabeça.
Até o fechamento desta matéria os médicos de plantão estavam avaliando as possibilidades de cirurgia para retirada do projétil, mas aparentemente a vitima não corre risco de morte.
Na delegacia a Delegada Taisa Antonella autuou os quatro jovens em FLAGRANTE por tentativa de homicídio. São eles Lucas Silva Carvalho de 19 anos, Lucas Mendel Moreira Candido de 18, Ronaldo Silva Militão de 20 e o adolescente.
Os três maiores foram levados para a CPP – Casa de Prisão Provisória. Já o menor está aprendido e devera ser levado para um Centro de Internação na Capital, se assim a justiça decidir. Para a delegada todos estão envolvidos no crime porque dois deram cobertura ao atirador  e o outro emprestou a arma.





***O QUE É ÁREA VERDE?***



São vagas públicas de estacionamento que serão tarifadas de acordo com tempo de uso, sempre respeitando o limite máximo de permanência de 2 (duas) horas para cada vaga. 
 
A  Área  Verde  tem  como  principal  objetivo,  buscar  a  rotatividade  e  democratização  das  vagas  públicas  e  servir  como  um instrumento facilitador na mobilidade urbana de Rio Verde. 
 
 
COMO FUNCIONA O SISTEMA? 
 
O sistema detecta a presença do veículo na vaga e comunica ao centro de processamento da concessionária EXP Parking. Logo após o veículo estacionar em uma vaga, inicia‐se a contabilização de um período de tolerância de 5 (cinco) minutos. Esse é o tempo limite que o usuário possui para aquisição do crédito e regularização da vaga. A regularização se dará por um dos meios de  pagamento  fornecidos  pela  concessionária,  entre  eles:  crédito  avulso  disponível  nos  pontos  de  venda  credenciados, monitores (funcionários) da concessionária, aplicativo para smartphones, “tag” (cartão inteligente) e sítio da internet.  Dentre os meios de pagamento, destaca‐se a “tag” (cartão inteligente), dispositivo que fornece total conveniência ao usuário, já que os créditos do cartão são automaticamente descontados após os 5 (cinco) minutos de tolerância. A cobrança dos usuários que possuem a “tag” será realizada da seguinte forma: regularização automática de 1 (uma) hora após os 5 (cinco) minutos de tolerância e  frações de 15 (quinze) em 15 (quinze) minutos na segunda hora de permanência do veículo na mesma vaga. 
 
 
A PARTIR DE QUANDO COMEÇA A OPERAR O SISTEMA EM RIO VERDE? 
 
O sistema inicia a sua operação no dia 20 de Agosto de 2015. O horário de funcionamento será de segunda a sexta, das 8h às 18h,  e  aos  sábados,  das  8h  às  13h.  Durante  os  períodos  que  antecedem  feriados  de  Natal  e  Ano  Novo  os  horários  serão estendidos de acordo com o comércio do município. 
 
 
COMO SE ADQUIRE CRÉDITOS DE ESTACIONAMENTO? 
 
O crédito estará disponível por meio dos seguintes métodos: 
 
Crédito avulso com os Monitores – neste método, o usuário deve informar o número da vaga e a placa do veículo para um monitor (funcionário uniformizado) da concessionária. 
 
Crédito avulso nos Pontos de Venda – neste método, o usuário deve informar o número da vaga e a placa do veículo em um PDV (Ponto de Venda) cadastrado para venda de créditos. 
 
Tag – é um equipamento inteligente e moderno que visa total conveniência do usuário. O dispositivo é fixado no parabrisa do veículo e serve para armazenar os créditos pré‐pagos dos usuários. Após parar o veículo em uma das vagas, a “tag” se comunica com o centro de processamento da concessionária e debita automaticamente o crédito previamente adquirido. 
 
 
Aplicativo Mobile – Aplicativo EXP SMART PARKING disponível para Smartphones Android e IOS. Ele permite aquisição dos  créditos  de  estacionamento,  regularização  das  vagas,  consulta  de  saldo  e  possui  várias  outras  funcionalidades  e comodidades para o usuário. 
 
Web – Sítio da concessionária que permite, dentre outros serviços, aquisição dos créditos de estacionamento. 
 
 
ONDE COMPRAR CRÉDITOS? 
 
A aquisição e recarga de “tag”, assim como a compra de créditos avulsos, podem ser realizadas por meio de: pontos de vendas credenciados  e  identificados;  monitores  nas  ruas  devidamente  identificados;  aplicativo  mobile;  site  da  EXP  Parking (www.exparking.com.br); e no escritório central localizado na Rua Coronel Vaiano, No 650 ‐ Centro ‐ Rio Verde/GO. 
Caso o motorista não tenha crédito disponível, o sistema informa automaticamente aos agentes de trânsito do município a hora, local da infração e motivo da irregularidade (falta de crédito ou tempo excedido após 2 (duas) horas de uso da vaga). 
Neste caso, o cidadão poderá ser autuado pelos agentes de trânsito do município. Todas informações de irregularidades são replicadas para os monitores da concessionária e para sua central de atendimento e processamento. 
 
 
QUAL O VALOR DO ESTACIONAMENTO NA ÁREA VERDE? 
 
A tarifa cobrada no município de Rio Verde será de R$1,60/hora de permanência. 
 
O cartão inteligente, conhecido também como “tag”, não terá custo para o cidadão, mas para adquirir é preciso fazer uma carga mínima inicial de R$ 40,00. A vantagem em se possuir uma “tag” é que o dispositivo fraciona o tempo depois da 1° hora. 
Ou seja, no início cobra‐se 1 hora no valor de R$ 1,60 e posteriormente é cobrada cada fração de 15 minutos ao custo de R$0,40 na segunda hora. Os créditos avulsos disponíveis nos pontos de venda e com os monitores da concessionária terão valor único: de R$ 1,60 por hora na mesma vaga. 
A concessionária fornecerá, após 60 (sessenta) dias do início da operação, aplicativo para smartphones que permitirá, inserção de créditos de estacionamento e uso dos mesmos pela fração de tempo estabelecida pelo usuário, nunca inferior ao período de tolerância. 
 
 
QUANTO TEMPO O CARRO PODE FICAR EM UMA VAGA? 
 
O objetivo da Área Verde é garantir a rotatividade do estacionamento e, por esse motivo, o limite de tempo de estacionamento é de 2 (duas) horas (tanto para motoristas que possuem a “tag” quanto para quem adquiriu crédito avulso). Se perceber que irá ultrapassar essas duas horas, o usuário deve se deslocar para uma nova vaga, caso contrário estará cometendo uma infração de trânsito, ficando sujeito a multa de R$ 53,24 e três pontos na carteira.  
 
  
EM CASO DE SE PERMANECER MAIS DE DUAS HORAS NA VAGA, O MOTORISTA RECEBE MULTA? 
 
Sim, a multa é de R$ 53,24 e três pontos na carteira. Essa mesma penalidade poderá ser efetuada pela autoridade de trânsito em caso de o motorista estar estacionado em desacordo com qualquer outro termo da Área Verde: 
 
1‐ estar estacionado por mais de 5 minutos sem possuir créditos; 
2‐ estacionar moto em vaga de carro ou carro em vaga de moto;  
3‐ estacionar em vaga de idoso ou deficiente sem ser idoso ou deficiente;  
4‐ estacionar o carro entre duas vagas ou fora dos limites da sinalização horizontal da concessionária.  
 
 
 POSSO SAIR DA VAGA E OCUPAR UMA OUTRA USANDO O MESMO CRÉDITO? 
 
As  vagas  são  independentes,  ou  seja,  se  o  motorista  sair  da  sua  vaga  original  e  ocupar  uma  outra,  o  sistema  recomeça  a contagem do zero – não importando o tempo de estacionamento ou quantos créditos já haviam sido cobrados na vaga anterior.  Ou seja, a cobrança é por vaga. 
   
 
QUANDO O CARRO ENTRA NA VAGA OS CRÉDITOS JÁ SÃO IMEDIATAMENTE DESCONTADOS? 
 
Não. Os primeiros cinco minutos não são cobrados. Se o motorista não possui a “tag”, ele deve adquirir o crédito avulso. Assim que  efetua  a  compra,  sua  situação  é  automaticamente  regularizada  não  sendo  necessário  retornar  ao  veículo  e  deixar  o comprovante. 
 
  
NO CASO DAS MOTOS, O MOTOCICLISTA DEVE PAGAR? 
 
Toda vaga de moto é gratuita. As motos, no entanto, só podem ser estacionadas em vagas exclusivas para motos. O motociclista que estacionar em desacordo com a sinalização estará passível de autuação a ser aplicada pelos agentes de trânsito da AMT ‐ Rio Verde. 
 
 
NO CASO DAS VAGAS DE FARMÁCIA? 
 
Toda vaga de farmácia é gratuita e possui o tempo máximo de permanência de 15 minutos. Os veículos estacionados nas vagas de farmácia devem permanecer com o pisca alerta ligado durante o tempo de permanência, respeitando‐se o limite máximo informado anteriormente. 
 
 
ONDE COMPRAR CRÉDITO AVULSO OU A TAG? 
 
A aquisição e recarga de Tag, assim como a compra de créditos avulsos, podem ser realizadas através de: 
 
1‐ Pontos de Vendas credenciados e identificados; 
2‐ Monitores nas ruas; 
3‐ Aplicativo para Smartphone (Android e IOS); 
4‐ Site da EXP Parking (www.exparking.com.br); 
5‐ No escritório central localizado na Rua Coronel Vaiano, No 650 ‐ Centro ‐ Rio Verde/GO. 
 
Em caso de inexistência de crédito para a vaga, o sistema informa automaticamente aos agentes de trânsito do Município, à central de atendimento da concessionária e aos monitores a irregularidade, assim como o motivo da mesma (falta de crédito ou tempo excedido após 2 (duas) horas de uso da vaga). Neste caso, o cidadão poderá ser autuado pelos agentes de trânsito. 
 
 
ONDE COMPRAR A TAG E QUAL O VALOR? 
 
Em  todos  os  pontos  de  vendas  credenciados  e  identificados  ou  com  os  monitores  da  concessionária  devidamente uniformizados ou no escritório central da filial instalada no município em endereço já informado. 
 
A TAG não terá custo para o cidadão, mas sua aquisição está condicionada ao carregamento mínimo inicial de R$ 40,00. Não serão disponibilizadas para população TAG sem crédito. 
 
 
O TAG E OS CRÉDITOS PODEM SER PAGOS COM CARTÃO DE CRÉDITO OU DÉBITO? 
 
 Os pontos de venda credenciados disponibilizarão a forma de pagamento para o usuário. É de responsabilidade de cada Ponto de Venda – PDV oferecer a condição que melhor atenda os usuários. Sendo assim, alguns pontos de venda aceitarão cartões de crédito ou débito ou dinheiro. 
 No aplicativo para Smartphone e na Internet serão aceitos cartões de crédito. 
 Os monitores receberão pagamento em dinheiro e alguns deles aceitarão cartão de débito. 
 No escritório central será aceito cartões de crédito e de débito e dinheiro. 
 
 
VANTAGENS 
 
PARA O MUNICÍPIO 
 
 Atender demanda de cidadãos quanto à melhor utilização de espaços e rotatividade em vias e logradouros públicos, gerando, assim, um melhor fluxo de veículos. 
 Possibilitar  controle  informatizado  da  arrecadação  e  informação  ao  órgão  responsável  pela  aferição,  mesmo  em frequência diária, semanal ou mensal. 
 Melhoria na utilização das vagas, atendendo melhor as demandas de estacionamento. 
 Melhoria na gestão de tráfego com baixo custo na parte humana, o que significa menor custo com tributos e impostos com contratação de pessoas e gastos com treinamentos e gerenciamento de pessoas, o que ameniza dispêndios a longo prazo. 
 Reforço  no  monitoramento  quanto  à  má  utilização  dos  espaços  de  estacionamento  e  utilização  ilegal  de  vagas especiais, como vagas para deficientes e idosos. 
 Maior rotatividade de veículos e consequente facilidade em encontrar vagas, o que, aliado à necessidade de inserção de créditos manuais em pontos de venda, gera aquecimento no comércio local. 
 Organização da circulação e parada de veículos nas áreas de estacionamento rotativo. 
 Redução de impactos ambientais da emissão de poluentes e do uso de papel. 
 Melhoria da fluidez do tráfego e aumento da circulação de pessoas. 
 Utilização de novas tecnologias para pagamento de serviços públicos, sendo possível o acompanhamento online das 
 informações e arrecadações. 
 Sistema de gestão totalmente informatizado, com a disposição das informações financeiras online e em tempo real, e democratização do espaço público. 
 
PARA OS USUÁRIOS 
 
 Automatização: O Proprietários dos veículos precisam apenas colocar a TAG no para‐brisa do veículo. O pagamento pela utilização das vagas será feito automaticamente, assim como a identificação do usuário. 
 Poupa tempo para o cidadão.  
 Diversificação nos métodos de pagamento. 
 Facilidade de aquisição do crédito. 
 Proprietário pode pagar diretamente para um Monitor, inserindo crédito diretamente em sua vaga. 
 Proprietário pode pagar diretamente em um Ponto de Venda, inserindo crédito diretamente em sua vaga. 
 O usuário pode adquirir créditos por meio da web e de seu smartphone. 
 Proprietário pode transferir créditos para a conta associada à sua TAG, presente em seu veículo, seja via Ponto de Venda ou até mesmo via web ou smartphone. 
 Redução do tempo para busca de vagas. 
 Aumento da qualidade de vida dos usuários. 
Maior comodidade e facilidade de acesso aos serviços.

 
Na manhã desta quarta-feira, 29, os secretários de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano, Luiz Carlos Sabino, de Comunicação, Danilo de Castro Moraes e o Vereador Celso da Silva Moraes, estiveram na obra da nova Avenida da cidade que vai beneficiar os moradores da região sudoeste.

Já foram executado as galerias pluviais, os meios fios e capa asfáltica em aproximadamente 16 mil metros².

“A obra vem para trazer mobilidade urbana e um trânsito mais seguro, já estamos fazendo as calçadas para os pedestres”, ressaltou o secretário Luiz Carlos Sabino.

Devido a uma participação do poder público com a iniciava privada, a nova avenida ficará maior com 42 mil e 56 metros² de extensão.

Essa nova passagem com pista dupla ligará 13 bairros da região sudoeste entre eles: Promissão; Santa Cruz I e II; Recanto do Bosque; Jardim Floresta; Setor dos Funcionários; São Tomás I e II; Jardim Paineiras; Jardim Atalaia, Dona Ilza, Serra Dourada, Jardim Helena, além de novos empreendimentos.

Essa obra tem investimento do Município no valor de R$ 3 milhões.
                          Fotos: Washington Oliveira